(66) 99907-1206 contato@taisbedin.com.br
Problemas5

5 Passos para encontrar soluções eficazes

Todos nós em algum momento da vida enfrentamos problemas ou adversidades, mas em algumas situações nos percebemos incapazes de encontrar soluções. Por que isso acontece?

Primeiro, porque a maneira como interpretamos o desafio interfere na nossa capacidade de enfrentá-lo, é como escolher um óculos com lentes escuras para enfrentar os problemas da vida.

Segundo, porque existem problemas que dependem de nossa responsabilidade e outros são da responsabilidade daqueles que convivem conosco, ou seja, a solução não está em nossas mãos.

Por isso, é fundamental aprender a diferenciar problemas produtivos dos improdutivos. Algumas pessoas tem dificuldade em lidar com os problemas, mas existem algumas técnicas que facilitam esse processo.

Os problemas produtivos normalmente conduzem a uma ação para sua solução.

Os problemas improdutivos são aqueles que geram uma porção de “E … Se…” que não conduzem a qualquer ação prática e concreta. São comumente conhecidos como preocupações, ou seja, são pensamentos carregados de afeto negativo, normalmente geram medo ou ansiedade, são relativamente incontroláveis e representam uma tentativa de solução do problema sobre uma questão que o resultado é incerto.

Como descobrir se o problema é produtivo ou improdutivo? Os problemas produtivos apresentarão uma resposta afirmativa para cada uma das interrogações abaixo:

  1. O problema é plausível ou razoável?
  2. Você pode fazer algo a respeito imediatamente (ou muito em breve)?
  3. Você pode passar rapidamente da preocupação com o problema a busca de soluções para ele?

Inicialmente você seleciona um problema plausível, de uma das áreas de sua vida (como o casamento, profissional ou social) e descreve-o utilizando os passos para a solução de problemas.

  1. Definição e formulação do problema. Experimente falar sobre o problema e colocar-se como um observador, poderão surgir novas maneiras de percebê-lo.
  2. Descreva as possíveis soluções alternativas para o problema.
  3. Para cada possível solução descreva uma consequência e selecione a opção que conduzirá a mais consequências positivas e menos negativas.
  4. Coloque seu plano em ação! Antes de realizá-lo uma boa ideia é ensaiar o que você vai fazer exatamente, para isso, pode pedir a uma pessoa de sua confiança para ajudá-lo e/ou pensar em como seus exemplos agiriam na mesma situação.
  5. Após a implementação da solução é fundamental avaliar sua eficácia, revisar os pontos fortes e fracos. Se uma solução não funcionar avalie o que você aprendeu e o que você faria diferente na próxima vez.

Neste processo três pontos são fundamentais para você realizar uma busca por soluções de maneira eficaz:

  1. Acreditar que VOCÊ é capaz de resolver os problemas e implementar soluções;
  2. Acreditar que os problemas são solucionáveis, e;
  3. E adotar uma postura consciente em mobilizar tempo e esforço para a solução.

Fique atento! O hábito e as convenções são úteis e adaptativos, mas podem atrapalhar a solução de problemas, porque eles nos impulsionam a responder automaticamente a novos problemas a partir de velhos hábitos, sem questionar sua adequação ou aplicabilidade na nova situação problemática.

A capacidade de ser consciente e perceber os problemas direciona o indivíduo para a solução, mas não garante a habilidade de resolvê-los, por isso é importante aprender habilidades cognitivas e comportamentais para compreender os problemas e desenvolver soluções eficazes.

Referencia:

D` Zurilla, Thomas J. Terapia de solução de problemas: uma abordagem positiva a intervenção clínica. São Paulo: Roca, 2010.

Tais Bedin

Psicóloga Clínica, atua desde 2010 na clínica, Especialista em Terapia Sistêmica para Casais e Famílias, Especialista em Terapia Cognitiva Comportamental e Facilitadora do Programa de Prevenção Friends for Life.

Acredita que a sua missão como psicoterapeuta, de modo colaborativo e humanizado, é auxiliar as pessoas a reconhecerem suas próprias possibilidades e a qualificar suas relações, para isso, desenvolve em seu consultório programas de prevenção e tratamento, para crianças, adolescentes e adultos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *